Porque sim? Eu não sei. Permaneço agora nesse umbral interno procurando uma margem pra entrar na consciência. Tá difícil. Por fora não; flutuo como uma imbecil por ambientes aleatórios. Sujo, limpo, passo, como amassado, pisado, defecado. Eu não sei o que eu to fazendo da minha vida, e fazer alguma coisa da minha vida agora me parece exatamente não fazer nada pela minha vida. Paralelamente o que eu faço é não estar fazendo nada, mas eu faço muita coisa; muito agora é nada e isso me tira a noção de quantidade das coisas. Eu vejo todo mundo que é do meu mundo me dizendo que só to fazendo merda sem botar uma palavra pra fora; aí eu sento o rabo e a mente num cigarro; acho que to fazendo tudo, penso que não to fazendo nada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: