Arquivo mensal: março 2013

Consciência, é você sim

Grita

essa voz

e sempre

essa voz

de dentro pra fora

porque eu sou tu

e ele

e nós

e todo mundo

não é nada.

 

[Ouvindo: The Kinks – Strangers]

 

Só posso ser feliz quando descosturar o cérebro do coração
Poder dar alento para caminhar
Com as pernas
E não com o peito

Amor perfeito pra mim é uma flor
Lilás
Serena
Cheia de mitologias

Já tristeza é um bando de outras coisas:
Descobrir a solidão
De não ser suficiente pra fazer um ser humano feliz
Enquanto ele é uma única e instantânea flechada de felicidade pra você
Ou
Saber que devo ir embora
Mas não conseguir carregar minha própria carcaça.

[Ouvindo: Cartola – A vida é um moinho]

Meu abrigo é a brisa que briga porque não sabe brincar de amar
Mas aqui só tem vento frio e cortante
Gritando
No ouvido
O nome da solidão

[ouvindo: Creedence Clearwater Revival – Long as I can see the light]